Compartilhe e espalhe coisas boas!

Um maratonista dedicado a melhorar a vida de seu povo. Conheça a história de Wesley Korir.

Wesley Korir é considerado um herói do atletismo do Quênia. Sua carreira incluiu gloriosas conquistas em diversas maratonas do Estados Unidos. No entanto, seu maior mérito não é seu desempenho físico sobre-humano. A característica que define Wesley Korir é seu grande coração. Conheça a trajetória e o grande sonho de Korir: Melhorar a vida de seu povo.

Wesley Korir

Wesley, Boston 2012

Quando corro no Quênia, eu vejo a realidade.
Vejo tudo que realmente preciso fazer. Vejo o sofrimento de todos e o que precisa ser consertado.
Essa é minha motivação.

Wesley Korir

Juventude no Quênia

Assim como a maioria do Quênia, Wesley teve uma infância pobre e difícil. A vida era ditada pelas limitações de recursos e pela ruralidade. Não haviam pistas de treinos, não havia fartura, não havia nem sequer serviços médicos…

Quênia

Pobreza Quênia

Quando Wesley tinha 12 anos, ele tinha um irmão menor. Nós tínhamos um galpão onde guardávamos algumas coisas. O irmão de Wesley entrou lá e uma cobra o picou. Nós levamos ele para estrada e esperamos alguma carro passar… mas nenhum passou. Isso abateu muito Wesley, pois ele sabia que se houvesse um carro seu irmão estaria vivo…

Mãe de Wesley

As dificuldades e a morte de seu irmão, no entanto, nunca extinguiram a chamas da vontade do pequeno Wesley em conseguir uma vida melhor para si e para sua família.

Quando eu o contei que correndo ele poderia ganhar uma bolsa de estudos com a corrida, ele se dedicou muito. Veja bem, ele nem sequer tinha sapatos de corridas e seus colegas de treino eram campeões! Qualquer se desanimaria com essas condições, mas ele não desistiu. Ele treinou, treinou e alcançou seu objetivo.

Tio de Wesley

Com muita dedicação e força de vontade em alcançar seus sonhos, Wesley conseguiu uma vaga na universidade de Louisville, nos Estados Unidos, onde cursou biologia.

Eu lembro de agradecer a Deus: “Aleluia! Eu escapei da terra da pobreza. Vou para terra dos ricos”. Em minha mente e coração, eu nunca pensei que voltaria para o Quênia.

Wesley Korir

A universidade e o trágico ano de 2007

Durante a universidade, os esforços de Wesley voltaram-se para os estudos. Seu objetivo era construir uma carreira no país do American Way Of Life.

Naquela época, a corrida era uma atividade secundária. Eu apenas a fazia para me manter na faculdade. Alguns de meus colegas e competidores a viam como tudo na vida, eu apenas a via como parte do quebra cabeça.

Wesley

Mesmo com seu foco direcionado aos estudos, sua dedicação e habilidades na corrida o garantiram excepcionais resultados nas corridas em formato 1500m, 3000m e 5000m. Em 2007, Wesley já teria recebido todas as honrarias americanas múltiplas vezes. Mas nem tudo eram sonhos, enquanto dividia seu tempo entre o estudo e a corrida, Wesley ainda tentava ajudar seu povo o máximo possível.

Eu fazia bicos de todos os tipos. Consertava sanitários, trocava lâmpadas. Basicamente tudo que havia para ser consertado nos alojamentos de estudantes, eu fazia. O dinheiro eu mandava para minha família, meus parentes, vizinhos ou para quem estivesse precisando.

Wesley

Em 2007, Wesley voltou ao Quênia para visitar sua família e foi pega violência. O país passava por sérias ondas de violência após as eleições daquele ano. O caos tomava conta das cidades, povoados inteiros eram incendiados e destruídos. A situação se tornou tão extrema que Wesley precisou fugir do país como refugiado, através de Uganda. Ao retornar para Louisville, Wesley completou seus estudos na Universidade.

A mudança na carreira: Corrida e espiritualidade

Ao voltar para os Estados Unidos, Wesley passou por uma transformação.

Eu senti a espiritualidade na corrida. Correr era uma forma de encontrar paz, de transcender. Eu sentia que precisava fazer aquilo.

Wesley

Foi exatamente nesse momento, que Wesley decidiu mudar seu foco para maratonas. De corridas de 5000m, Wesley passou a disputar corridas de 42km. O tamanho impacto dessa transformação fez o jovem Wesley atrair as atenções dos esportistas e da mídia.

em 2009, Wesley superou todas as expectativas e finalizou a Maratona de Los Angeles em 1º lugar. Após esse grandioso feito, sua carreira decolou…

Era incrível para mim. Foi o melhor momento de minha vida. Um corredor de origem pobre agora estava ganhando do mundo.
Dizem que os quenianos são exímios corredores porque correm de algo. Nós corremos da pobreza.

Wesley

O resultado de sua dedicação rendeu lhe diversos resultados e grandes vitórias:

2008 Maratona de Chicago – 4th
2009 Maratona de Los Angeles – 1th
2009 Maratona de Chicago – 6th
2010 Maratona de Los Angeles – 1th
2010 Maratona de Chicago – 4th
2011 Maratona de Los Angeles – 4th
2011 Maratona de Chicago – 2th
2012 Maratona de Boston – 1th
2012 Maratona de Chicago – 5th

Wesley

Wesley vencendo prova de Boston, 2012

A grande virada: Do atletismo para a política

Após a Maratona de Chicago e 4 anos de intensos resultados, Wesley teve uma nova epifania.

Eu cho que tomei essa decisão durante a prova. Pensei: Não estou mais gostando disso. Não é mais para mim

Wesley

Seis semanas após o ocorrido, Wesley decide retornar para sua família Quênia.

Quando Wesley voltou do exterior, ele me disse que pensava em concorrer ao parlamento de Cherangany. Isso me surpreendeu. Eu não conseguia entender porque um atleta em seu auge deixaria aquilo por outra coisa, ainda mais tão cheia de incerteza e confusão.

Tio de Wesley

Meu filho me perguntou se deveria entrar na política. Eu o disse que ele deveria continuar correndo. Era o que ele gostava e ele conseguia sustentar a si e a sua família. Mas ele me disse: Pai, com meu talento, se eu morrer hoje, Deus me dirá que eu nunca o usei.

Pai de Wesley

A decisão de Wesley surpreendeu sua família. Ninguém esperava que ele largaria o atletismo, área que se destacara tanto, para voltar ao Quênia. Mas Wesley tinha um objetivo: Ajudar os quenianos a superar a extrema pobreza.

Wesley

Wesley ao centro, 2012

 Eu sabia que os quenianos precisavam de ajuda, mas não sabia da intensidade com que precisavam. Quando eu vi a situação que se encontravam, eu percebi que a corrida não era nada. A dor da corrida não era nada comparada a dor passada por eles todos os dias.

Wesley

Wesley  percebeu o que realmente importava em sua vida. Ele não poderia ser feliz se ao mínimo não tentasse ajudar seu país a superar a situação difícil que passavam. O tribalismo reinava na política e a violência apenas aumentava. Sua principal missão seria unificar Cherangany.

Perguntei ao meu treinador: Nos próximos 10 anos, eu serei mais benéfico como ser humano, sendo um atleta americano, um egoísta atelta americano, ou ver ser melhor para todos, hipoteticamente falando, como presidente do Quênia, podendo me colocar em posição de mudar as vidas das pessoas do país?

Wesley

Faltando apenas três meses para a eleição, Wesley entrou para a corrida como candidato independente. Um fato ainda inédito na política do país.

Wesley

Wesley em campanha

Conforme a data eleição se aproximava, ansiedade e medo atormentaram Wesley. 5 anos atrás, Wesley fora obrigado a fugir refugiado do país por conta de eleições e agora ele estava no centro das atenções. Mas ele não desistiu, por seu povo, Korir foi até o final e, em 2013, Wesley foi eleito membro do parlamento.

Atualmente, o ex-atleta trabalha com fazendeiros da região do Cherangany para melhorar a produção de alimentos nas áreas rurais.

De menino que corria descalço para corredor de alta performance. De corredor brilhante para membro do parlamento. Wesley Korir possui um único impulsionador: Seu coração. A história de Korir inspira e demonstra como um bom coração pode guiar a vida daqueles que almejam fazer o bem!

Wesley

Wesley em fazenda

Fonte: Documentário “Maratona sem Fim”, realizado pelo SporTV Reporter

Compartilhe e espalhe coisas boas!