Compartilhe e espalhe coisas boas!

100 anos atrás, o banqueiro francês Albert Kahn decidiu criar recordações fotográficas do mundo através de um novo método que havia aparecido, o Autocromos Lumière. Convocando 4 fotógrafos, eles espalharam suas câmeras para trazer cor ao mundo cinza e branco, e uma das cidades documentadas foi Paris.

Leon Gimpel, Stephane Passet, Georges Chevalier, e Auguste Leon começaram seus trabalhos em 1914 utilizando essa técnica pioneira, contando com grãos microscópicos de fécula de batata tingidos, e hoje revelam o quão colorida a capital francesa era na explosão da Primeira Guerra Mundial. Graças a eles, existem 72.000 autocromos desse período de lugares do mundo todo, e você pode conferi-las no site Paris 1914.

Confira aqui a bela galeria das fotografias com certo reforço das cores:

Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás paris-zupi8 Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás Paris colorida 100 anos atrás

Via: Zupi

Compartilhe e espalhe coisas boas!