Compartilhe e espalhe coisas boas!

Após uma colaboração com a Supreme, a Louis Vuitton tem uma nova aposta para esse semestre e, artsy, claro! Senhoras e senhores, conheçam a “Masters”, a mais nova parceria da maison francesa com o artista norte americano. O resultado? Uma série de malas e demais acessórios com a linguagem Louis Vuitton x Jeff Koons. O que é que isso significa? Tal como em colaborações anteriores, os desenhos icônicas da Vuitton ganham uma expressão artística por parte do criativo sediado em Nova York. Neste caso, os contornos são inspirados no projeto de Koons, “Gazing Balls“, uma instalação com quadros dos grandes mestres da pintura clássica aos quais acrescenta uma bola espelhada, envolvendo o ambiente e quem vê na imagética da pintura. Estas obras são agora tela para a nova gama de produtos que celebra a junção dos dois nomes da Moda e da Arte Contemporânea, respectivamente.

Para esta Louis Vuitton x Jeff Koons, o americano de 62 anos recria trabalhos emblemáticos de Da Vinci, Titian, Rubens, Fragonard e Van Gogh, colocando-os nas incontornáveis linhas das malas da casa francesa, como a Speedy, a Keepall e a Neverfull. Ao trazer estas referências do passado para o presente, cria-se não só uma linha histórica entre as obras clássicas e a arte contemporânea, como também uma espécie de galeria a céu aberto permitindo que os quadros sejam revisitados por um novo olhar sobre estes ícones da pintura clássica.

Com recurso aos materiais de mais alta qualidade – não poderíamos esperar que fosse diferente -, o know-how da casa foi levado ao extremo, aliando as mais avançadas técnicas e exímio trabalho de artesão para garantir  uma reprodução fiel de cada pincelada na tela das malas. Cada um dos exemplares inclui o nome do artista original do quadro em letras metálicas, uma forma não só de deixar o devido crédito do pintor, como também para simbolicamente substituir a bola espelhada na exposição original de Jeff Koons.

Ao lado do incontornável LV da marca, encontram-se também as iniciais do norte americano, ao gênero do monograma da marca francesa, um pormenor inédito na história da casa, que não permitira até então a reformulação do padrão das suas iniciais. Se é fã das “linhas insufladas” de Koons, anime-se: cada artigo inclui uma tag pendurada, em pele, com a silhueta do coelho insuflável, um símbolo consolidado da carreira de quatro décadas de Jeff Koons. Dentro de cada mala, encontra ainda uma biografia e retrato do pintor cuja obra reveste o exterior do acessório.

A colaboração com artistas tem sido um grande trunfo da marca há já alguns anos. Nas colaborações mais recentes, contam-se nomes reverenciados dos tempos modernos como Takashi Murakami, Richard Prince, Yayoi Kusama, Stephen Sprouse, Cindy Sherman, James Turrell, Olafur Eliasson e Daniel Buren, uma iniciativa que culmina com a abertura, em 2014, da Fondation Louis Vuitton em Paris, um museu de arte com design de Frank Gehry.

A coleção LV x Jeff Koons já está nas lojas e representa o primeiro capítulo de uma colaboração entre a marca e o artista, num total de quatro capítulos a serem apresentados. Alguma dúvida de que os fashionistas vão pirar?

Compartilhe e espalhe coisas boas!