Compartilhe e espalhe coisas boas!

Vá em paz Bowie: Uma homenagem ao Camaleão do Rock

E o rock ficou órfão de mais uma lenda. Hoje perdemos David Bowie.

Embora fiquemos carentes pela perda de mais um dos nomes que criaram o rock da Década de 70 e 80, não devemos nos chatear.

Bowie deixou seu legado para o gênero e para história da música. Sua carreira e incrível habilidade de reinvenção de sua imagem o colocaram entre um dos principais músicos das últimas 5 décadas.

A  brilhante carreira de Bowie

Para homenageá-lo,  separamos aqui uma lista com os principais sucessos de Bowie.

1969, Space Oddity

Embora ele já houvesse composto diversas músicas até essa época, o primeiro grande sucesso de Bowie foi “Space Oddity”, alcançando o 5º lugar no UK Single Chart.

Em 70 surgiria ainda o famigerado “The Man Who Sold the World”

Nasce Ziggy Stardust

Em 72, no auge do Glam rock, Bowie ressurge com seu alter ego mais famoso, Ziggy Stardust. O hit do momento foi Starman, do álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, considerado até hoje um dos maiores álbuns de todos os tempos.

75, a co-autoria com Lennon

Em 75, Bowie finalmente conquistou a América com sua canção “Fame”, em co-autoria com John Lennon.

77 a 79, a trilogia de Berlim

Influenciado pela música que surgia em Berlim ao final da década de 70 e com a colaboração de Brian Eno, Bowie lança entre 77 e 79, a chamada Trilogia de Berlim. A série de álbuns trouxeram um estilo mais introspectivo ao som de David. Os três álbuns: 1979: Low, Heroes e Logder receberam críticas extremamente positivas e se imortalizaram.

David Bowie e Queen

Na década de 80 foi a vez de Bowie realizar uma parceria com Queen e lançar uma das músicas que se tornariam um dos grandes hits do artista, Under Pressure.

As recompensas de sua carreira

Ao final de sua vida, Bowie foi Foi premiado no Reino Unido com 9 certificações de álbum de platina, 11 de ouro e 8 de prata, e, nos Estados Unidos, 5 de platina e 7 de ouro. Em 2004, a Rolling Stone colocou-o na 39ª posição em sua lista dos “100 Maiores Artistas do Rock de Todos os Tempos” e em 23º lugar na lista dos “Melhores Cantores de Todos os Tempos”.

Para finalizar nossa homenagem, deixamos aqui uma versão de Space Oddity gravado pelo comandante Chris Hadfield na Estação Internacional Espacial. Nada tão digno para a lenda que foi a carreira do Camaleão. Vá em paz, Bowie. Obrigado por sua música 🙂

Compartilhe e espalhe coisas boas!